quinta-feira, 17 de maio de 2012

Retrospectiva

Minha ausência nas últimas semana se deve ao simples fato de que quase nada que valesse a pena comentar saiu da minha cozinha nesse período (mas que eu vou comentar mesmo assim). Semana passada ou retrasada (afff) aproveitei o frango desfiado de sábado e o arroz da sexta anterior e fiz uma gororoba com molho de estrogonofe. Refoguei a cebola bem picadinha na manteiga, juntei o frango desfiado, uma xícara de creme de leite, mais ou menos um terço de xícara de catchup e uma colher de mostarda (uma coisa de cada vez, misturando bem a cada ingrediente adicionado). Deixei cozinhar uns dois minutos, juntei duas xícara de arroz já cozido, esperei esquentar e pronto. Não ficou tão bonito quanto gostoso, então não teve direito a foto. Também arrisquei uma couve flor gratinada: ralei uma quarto de cebola e refoguei com bastante margarina. Quando a cebola ficou dourada, adicionei uma colher de sopa de farinha de trigo, misturei até formar uma pasta e depois fui acrescentando leite e mexendo sempre, até obter uma consistência cremosa. Quando isso aconteceu, adicionei sal e um pouco de noz moscada. Esse é o famoso molho branco. Paralemente, cozinhei a couve flor inteira numa panela com um pouco de água e um tablete de caldo de legumes. Depois de cozida, cortei as flores e coloquei numa forma tipo marinex, espalhei o molho branco por cima,  finalizei com queijo ralado e coloquei no forno, de onde saiu gratinada bontinha. Servi a couve flor com contra filé e cenoura. Na mesma semana, fiz filé de fígado bovino com molho de amora (adaptação barata - em todos os sentidos da palavra - de um prato que comi na França, feito com fígado de pato - foie gras) com beringela refogada e purê de batatas (tenho certeza que ninguém vai querer essa receita, pois purê de batatas todo mundo sabe fazer e os outros ingredientes dispesam comentários...rs). A semana ainda rendeu uma frigideirada mista, à la boteco: contra filé e linguiça toscana acebolada. Fatei o contra em iscas, tirei a pele da linguiça e amassei a carne com a mão, formando pedaços médios. Fritei a linguiça na panela wok e quando ficou ligeiramente cozida (depois de uns 5 minutos) acrescentei as iscas de carne e um pouco depois, duas cebolas fatiadas. Para acompanhar, salada, pão francês e... cerveja, claro! Isso foi tudo que aconteceu entre o último post e o final da semana passada! Essa semana estou tentando retomar as atividades. Tardiamente, é verdade. Vamos ver se consigo recuperar o tempo perdido!

Contra filé com couve flor gratinada e cenoura

Coisas que só eu como
(e que não deveriam ser publicadas neste blog...)

Porçãozinha da boa!