segunda-feira, 28 de julho de 2014

Vaca atolada

Esse prato caiu como uma luva para o último sábado, frio e chuvoso. O preparo é um pouco demorado, mas nada complicado. Temperei 1,5 quilos de costela gaúcha (com osso e gordura) cortada em cubos grandes com sal, pimenta do reino, alecrim e tomilho. Em uma panela de pressão, refoguei 1/2 cebola picada grosseiramente e três dentes de alho laminados em um pouco de azeite e acrescentei a costela. Deixei fritar um pouco, até dourar todas as superfícies da carne, adicionei 1 litro de água e tampei a panela. Enquanto a costela cozinhava, fiz os acompanhamentos: farofa e arroz branco. Como eu não tinha farinha de mandioca, fiz a farofa com torradinhas tipo canapé. Triturei um pacote de torradas no liquidificador e reservei. Em uma panela pequena, fritei 1/2 xícara de bacon picado em 1 colher de sopa de manteiga até  fica bem crocante. Acrescentei 1/4 de cebola picadinha e quando a cebola começou a ficar dourada, adicionei a torrada triturada e cerca de 1 xícara de farofa de milho e misturei bem. Adicionei mais 1 colher de sopa de manteiga e deixei no fogo mais 5 minutos, mexendo sempre. Completei com salsinha picada e desliguei o fogo. O arroz branco não tem segredo, né? Depois de 1 hora, a costela já estava bem macia, se soltando dos ossos. Como a mandioca já estava cozida, bastou misturar com a carne, acertar o sal e a pimenta e deixar mais uns 10 minutos em fogo baixo, até ela ficar bem molinha. Com o arroz e a farofa, era tudo que a gente precisava para aquecer o sabadão!


Comida quentinha e aconchegante, perfeita
para o inverno!