quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Fish & Chips


Eu não ia publicar essa receitar porque tô meio xoxa com o fato de não poder cozinhar por um tempo. Aí as pessoas pensam "mas você não usa o pé pra cozinhar...". Ledo engano. Os pézinhos são uma das partes do corpo mais solicitadas no exercício (literalmente) culinário, pois é o que nos sustenta horas a fio em frente ao fogão, pia, bancada de trabalho, picando, cortando, esticando massa, lavando louça. Então, não, não dá pra cozinhar com o pé engessado. E também não dá pra cozinhar sentado. Ponto. Continuando: decidi publicar a receita, apesar do desânimo, porque foi a última que fiz antes de ficar de molho e porque ficou uma delícia!!! Já tinha tentado outras, mas essa foi a primeira que atendeu minhas expectativas: peixe e batatas apetitosos e crocantes! Comecei temperando cerca de 1/2 quilo de filé de tilápia cortado em pedaços grandes com sal e pimenta do reino. Depois, descasquei, lavei e sequei 4 batatas grandes e cortei em bastonetes grossos. O segredo para que fiquem crocantes depois de fritas é secar bem, por isso é bom prepará-las primeiro. Fritei as batatas em fogo médio até ficarem apenas macias, não douradas. Retirei do fogo, sequei bem e reservei. Coloquei um pouco de farinha em um prato raso e empanei os filés de peixe (não pule esse passo! ele evita que a massa escorra do peixe). Deixei os filés na farinha enquanto preparava a massa para empanar: em uma tigela grande, misturei 1 xícara de chá de farinha de trigo, 1 colher de bicarbonato de sódio e 1 pitada de sal. Aos poucos, fui acrescentando e misturando 1 lata de cerveja. Mergulhei cada um dos filés nessa massa e coloquei diretamente em uma frigideira funda com muito óleo, muito quente. Fritei aos poucos, sem encher muito a frigideira (4 por vez). Acho que deixei cerca de 3 minutos no fogo, até a casquinha ficar bem dourada (é muito rápido, fique atento). Em outra panela, faça o mesmo com as batatas, (não precisa colocar tão poucas na panela). Sirva tudo em uma tigela grande ou em porções individuais. Um molho tártaro e cerveja, -claro - acompanham muito bem! Tão bem que chega a ser pecado!


Sim, é pecado. Nem ligo! rs