quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Nhoque de arroz ao molho de gorgonzola

Uma das primeiras vezes que eu fui almoçar na casa do meu marido (então namorado), comi um nhoque maravilhoso. Elogiei a sogra, claro, que logo informou "é de arroz". "Ãh? Acho que ouvi errado". Comentei com o Julio depois e ele falou que, de fato, de vez em quando a mãe dele usava as sobras de arroz para fazer nhoque. "Lenda", pensei. Mas fiquei com isso na cabeça, até tomar vergonha na cara para procurar uma receita e fazer o meu próprio nhoque de arroz (isso levou quase 5 anos...rs). Posso falar? Uma das melhores receitas de nhoque de todos os tempos! Fazer nhoque me assusta um pouco, pra falar verdade. Desisto só de pensar naquela massa grudenta que não chega no ponto nunca e quando chega fica com gosto de farinha pura (ou seja, tempo e trabalho perdidos). Mas com essa receita, isso não acontece. Acredito, inclusive, que também dá certo usando batata. Não tem segredo! Bati no liquidificador 1 xícara de arroz cozido, 1 ovo, 1 colher de sopa de margarina, 1/2 xícara de leite e sal. Transferi para uma panela e fui juntando aos poucos 1 1/2 xícara de farinha, cozinhando em fogo médio até a massa soltar do fundo. Deixei esfriar, fiz rolinhos de cerca de 2 cm de largura e cortei os nhoques. Cozinhei em água fervente até subirem. Sequei-os com um pano e fritei no azeite até ficarem corados. Para o molho, fervi 300 de creme de leite e 200 gramas de queijo gorgonzola e temperei com sal e pimenta do reino branca. Em um prato fundo, coloquei o nhoque, umas 2 conchas de molho e finalizei com pimenta branca e queijo parmesão ralado. Bom demais!!!


Nhoque de arroz perfeito!