quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Fajitas com tortillas caseiras

As famosas Fajitas mexicanas são, basicamente, algum tipo de carne cortada em iscas refogada com cebola, pimentão, temperos e especiarias. Eu tinha um bom pedaço de lombo de porco na geladeira e foi ele o ingrediente principal das minhas Fajitas, que fizeram a gente feliz no jantar de segunda (tô atrasada!). Em uma panela tipo wok, fritei cerca de 1/2 quilo de lombo cortado em iscas (já temperado com sal e pimenta do reino) em um fio de azeite. Quando ficaram dourados, tirei do fogo e reservei. Na mesma panela, refoguei 1 cebola média, 1/2 pimentão verde e 1/2 pimentão amarelo cortados em tiras até começarem a ficar macios. Juntei o lombo, acrescentei mais um pouco de sal e pimenta do reino, misturei tudo e deixei cozinhar por mais uns 10 minutos, até os legumes ficarem macios. Acrescentei 1 tomate grande cortado em cubos, desliguei o fogo e fechei a panela. Preparei as tortillas misturando em uma tigela grande 3 xícaras de farinha de trigo, 1 colher de chá de sal e 1 colher de sopa rasa de fermento em pó. Acrescentei, mexendo com uma colher de pau, 1/3 de xícara de óleo de canola e 1 xícara de água, aos poucos. Quando ficou muito difícil usar a colher, passei a manusear a massa com as mãos e depois sovei um pouco (durante uns 5 minutos) em uma superfície enfarinhada. Dividi a massa em 12 bolinhas, cobri com um pano de prato limpo e deixei descansar por 15 minutos. Abri cada uma delas com um rolo de macarrão, formando um disco do tamanho de um pão sírio, e fritei dos dois lados em uma frigideira rasa e antiaderente até ficarem ligeiramente douradas. Depois de muito lutar para comer tortillas sem se deparar com o recheio caindo no meu colo, descobri que o melhor é colocar o recheio no centro, dobrar a parte de baixo e depois dobrar as laterais, formando um envelope. Tortillas consumidas sem medo de ser feliz!

Ta aí!