terça-feira, 25 de outubro de 2016

Nachos caseiros

Quem disse que não dá para fazer os deliciosos nachos de milho, estilo Doritos, em casa? Além de acompanhar a guacamole e o sour cream, também fazem bonito com patês e molhos diversos! No último sábado, recebi alguns amigos para uma noite mexicana e eis que inventei de fazer não só as tortillas, como também os nachos. Se você quer uma receita simples, rápida e fácil, de encher os olhos e impressionar a audiência, passe longe dessa! É demorada e trabalhosa! Passei a tarde na cozinha preparando nachos para 6 pessoas. Mas o resultado, sem dúvida, vale a pena! O gosto não se compara ao daquele super industrializado com o qual estamos acostumados.
O começo é simples: misturei 2 xícaras de farinha de milho fina, 2 xícaras de farinha de trigo e sal em uma tigela grande e depois adicionei água aos poucos e amassei com as mãos até formar uma massa lisa e homogênea, que desgruda das mãos. Depois começa o perrengue: separei a massa em uns 6 pedaços e abri cada um deles com um rolo até ficar um pouco maior do que a minha mão. Usei máquina de macarrão para continuar abrindo a massa, passando da espessura 0 até a 5, para ficar bem fina. Esse processo é um pouco trabalhoso, porque a massa é rígida e quebradiça (se quebrar, não desanime! Continue esticando até ficar bem fina, mesmo que os pedaços fiquem pequenos). Depois, cortei as dezenas de pedaços de massa esticados na minha mesa em forma de triângulo, coloquei em formas grandes e pincelei os dois lados com óleo de canola. Levei ao forno médio até começarem a dourar. Eu assei em 4 fases, porque não tinha nem forma e nem espaço suficiente no forno para assar tudo de uma vez só. Muitas horas e algumas fornadas depois, saíram meus nachos do forno, lindos de morrer e deliciosos! Não sobrou 1 pra contar a história!
   

O processo

O resultado final!