quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Picanha acebolada cozida na cerveja e purê de batatas rústico

Essa semana descolei um tempinho em meio a correria pra cozinhar e não foi em vão. O resultado foi um daqueles pratos do qual você tem que tirar da frente pra não raspar a panela (tá bom, a intenção de repetir a dose no dia seguinte também ajudou a segurar o olhão). Nada difícil, nada demorado, nada caro. Na verdade, foi praticamente de graça, já que a vedete foi meia peça de picanha que sobrou do churras do fim de semana. Antes que alguém me xingue por ter submetido a picanha à panela de pressão, deixa eu explicar logo que foi aquela parte maior, que geralmente inclui uma parte do coxão mole e não é tão (ou melhor, nada) macia. Cortei cerca de 1/2 quilo dessa picanha em bifes de dois dedos, cortei os bifes ao meio e temperei com sal, pimenta do reino e tomilho fresco e reservei. Cortei duas cebolas grandes ao meio e depois fatiei e refoguei com azeite até começarem a ficar transparentes. Adicionei 1 colher de açúcar mascavo, misturei bem, deixei cozinhar uns 5 minutos em fogo médio e, em seguida, adicionei 5 dentes de alho inteiros, descascados. Deixei cozinhar mais um pouco com a panela aberta e juntei os bifes de picanha. Misturei tudo e acrescentei 2 latinhas de cerveja de 269ml e tampei a panela. Depois de cerca de 1/2 hora, abri a panela, coloquei dois copos americanos de água e levei ao fogo novamente, onde ficou mais uns 20 minutos. Enquanto a carne cozinhava, fiz o pseudo purê: cozinhei três batatas médias cortadas ao meio em água e sal até ficarem macias. Tirei a casca e amassei as batatas de qualquer jeito com uma colher de pau. Finalizei com uma boa dose de azeite (mais ou menos 1/3 de xícara), misturei bem e desliguei o fogo. Olha só no que deu tudo isso! 

Pensa num pãozinho...miam, miam, miam!!!
Mas com o purê também caiu bem!